O que a gente quer?

março 22, 2011 at 1:39 pm (Uncategorized)

Complicado.
Eu faria uma lista de desejos bastante sucinta, mas não sei se qualquer pessoa conseguiria captar a complexidade item por item. Eu não teria muitas coisas pra pedir, nunca precisei de quantidade pra ser feliz.
Aliás, quantidade seria até mais fácil.

Tenho um sincero apego a tudo que me arrebata e esse tudo, no caso, é tão pouco.
Talvez eu pedisse pra minha vida ser sempre uma via de duas mãos; talvez eu quisesse dormir e acordar balbuceando reciprocidade, só pra variar um pouco. Talvez eu quisesse que fôssemos bons um para o outro e não somente o outro pro um. Acho que gostaria de perder mais tempo contigo, seria bom perder a noção dele também. Queria que você quisesse saber quem eu sou além da casca, por dentro, lá no fundo. E então eu te contaria que quis ser veterinária, que o meu pai é a pessoa que mais amo no mundo e que várias vezes quis ouvir tua voz mas não liguei. E te diria que o meu peito ainda dói, mas que ele sabe amar. Queria que você não tivesse medo de me dizer quem é além do supérfluo e que parasse de fazer as coisas só porque quer me agradar. Queria te ver perdendo o controle um pouco, queria que você se perdesse um pouco mais em mim.

Queria te ver não racionalizando.

Queria vincular teu nome a um pronome possessivo.
Queria que você quisesse, porque eu finalmente deixei alguém entrar.

Anúncios

17 Comentários

  1. thais said,

    Nicolle, eu amei mesmo ! Parabéns!

    Beeijo

  2. estelayano said,

    Queria que você(s) quisesse(m) saber quem eu sou agora, ou que quisesse(m) ficar pra saber quem eu serei amanhã, depois ou que ligue qualquer hora dessas.

  3. Naline Th. said,

    Olá Nicolle!
    Fico impressionada com as coisas que escreve tem muita propriedade em cada palavra, cada vírgula que coloca em seus textos… Talvez você já tenha lido essa frase de muitos que amam seu blog, mas vou dizer mesmo assim: Seus textos de alguma forma descrevem sentimentos meus. Que vejo que não são exclusividades minhas, tantas vezes que eu queria entender porque me perdi por entre um sorriso, ou porque eu não fiz uma lista com apenas quantidades. Assim como outro texto teu que diz: “Quantas vezes desviei o olhar, simulei estar procurando alguém por entre você. Mexi no cabelo, mordi os lábios, tudo porque talvez não pudesse te responder o que eu realmente pensava.”
    Quantas vezes me vi diante dessa situação super delicada, situação que em alguns dias fica ecoando em minha mente, por alguma forma de nostalgia de pelo menos vê-lo ! Enfim!
    A ideia de comentar no teu texto é apenas dizer… MEUS PARABÉNS! Obrigada por compartilhar palavras que para seus leitores são como morfina .

    Grande Beijo, Sua fã !

  4. Igor said,

    Genialidade na parte da manhã sempre cai bem num dia nublado como esse. Tá virando rotina eu comentar algum texto seu e não me importo nem um pouco com isso, simplesmente porque você é capaz até mesmo de se expressar da forma que eu não saberia como. É como se eu tivesse algo pra falar, alguma coisa coçando dentro do peito mas que, de certa forma, não encontra saída muito menos destinatário. E parece que a senhorita encontrou um destinatário mais que digno.

    Beejos, Igor =]

  5. Liii said,

    Você ter voltado com o blog foi uma das melhores notícias dos últimos tempos.
    Pouca gente escreve tão bem, com tanto sentimento.
    E tudo isso me faz muito bem. Aquele alento de ver que alguém consegue explicar coisas que a gente sente e não entende.

  6. puroabsorto said,

    O que eu quero, é encontrar alguém que possa ler as palavras na minha alma. É não precisar fazer listas dos meus desejos, muitas vezes mal elaboradas. É ouvir uma resposta, antes mesmo de questionar. É começar uma frase, sem ter que finalizá-la. É encontrar um complemento à minha metade, sem precisar procurá-la em cada canto do mundo. É isso que eu quero. E talvez, seja algo aproximado do que você quer.

    Parabéns pelo texto, Nicolle. Esplêndido como sempre.

    • liveinskin said,

      Vou de dar uma pontinha de esperança dizendo que você parece querer muito, mas sim EXISTE.
      Às vezes a gente consegue viver um amor tão lindo, que até custa a acreditar.

      Espero que ‘tropece’ no que procura, assim, casualmente. É sempre mais gostoso.
      E obrigada pelo comentário, é gostoso de ler.

      😉

  7. mariana said,

    ‘..E então eu te contaria que quis ser veterinária, que o meu pai é a pessoa que mais amo no mundo e que várias vezes quis ouvir tua voz mas não liguei…’

    e porque não foi veterinária?

  8. longedaslentes said,

    Demais, você escreve muito mesmo.

    Incrível que encontrei uma inspiração/influência para os meus textos mesmo conhecendo os seus depois.

    Passa depois no meu e veja o que acha também: longedaslentes.wordpress.com

    Um beijo enorme!

  9. Bruna said,

    Pra quem vc não ligou?Pro Lucas?

  10. . said,

    eu sou bem a fim de te conhecer melhor…
    já é um começo pra minha lista.

  11. sweet p said,

    querida, é muito legal ler um texto “feliz” teu..acredito que sua vida tá entrando nos eixos novamente, só te desejo felicidade e reciprocidade, sempre……continue sendo essa pessoa maravilhosa, que a vida te recompensará. te admiro, desculpa por alguma conclusão precipitada. amo seus textos.

  12. Isabelle said,

    “Queria te ver perdendo o controle um pouco, queria que você se perdesse um pouco mais em mim.

    Queria te ver não racionalizando.

    Queria vincular teu nome a um pronome possessivo.
    Queria que você quisesse, porque eu finalmente deixei alguém entrar.”

    Exatamente isso 😦

  13. Elisson said,

    Vc descreve os sentimentos e os sonhos de muitas pessoas.PARABÉNS.

  14. jaynslai said,

    CARALHA guria, sou apaixonada pelas tuas palavras, pelo modo – incrível – como se expressa, tu escreve minha vida às vezes, na real. Sou tua fã há 3 anos. Me inspiro em ti. Gostaria muito de sentar em qualquer banco de praça, sala, meio fio (…) e conversar horas contigo. Seriam conversas geniais, imagino. Gostaria de te conhecer, sério, tu deves ser uma pessoa maravilhosa. Me segue no twitter, se quiser. (@Jaynslai) Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: